Os refletores apontam para o lado pobre de L.A

00:45 Renan Castro 0 Comentários

A primeira coisa que pensamos ao relacionar NBA com Los Angeles é Lakers e isso é unânime, quase automático, uma das maiores franquias dos Estados Unidos coleciona títulos e elencos que marcaram gerações.

Cresci vendo Kobe Bryant doutrinar seus adversários de forma avassaladora, antes do surgimento do sobrenatural Lebron James, não havia espaço para outro protagonista, Bryant era acima de tudo, absoluto.
Porém de um tempo pra cá o lado amarelo de L.A não vem bem das pernas, com atuações fracas e contratações que não vingaram o Lakers nem para os playoffs desse ano conseguiu ir, a cada jogo que fez deixava mais e mais saudades do time vencedor que foi no começo dessa década, toda essa decadência do Lakers fez o mundo perceber que existia um outro lado desconhecido de L.A, um lado mais pacato, menos rico.
Los Angeles Clippers, soa estranho pra quem nunca ouviu falar e parece um fake do seu primo rico Lakers, mas não, com duas mudanças de cidade (buffalo, san diego) e poucas participações nos playoffs bem como nenhum título da NBA nem de conferência, os Clippers sempre viveram a sombra de seu conterrâneo, para se ter algum parâmetro de comparação é algo como a diferença do Espanyol para o Barcelona na Catalunha.
Entretanto enquanto o Lakers vai de mal a pior, o Clippers vem em uma  ascendente, com um time sólido e peças como Chris Paul, Deandre Jordan e Blake Griffin formando um ataque espetacular, conseguiu facilmente sua vaga aos playoffs, mas deu o azar de encarar o chato time do San Antonio Spurs, que conta com uma defesa excepcional e um elenco experiente, pode botar água no chop do time de L.A.
Os próximos confrontos prometem


No primeiro jogo, deu Clippers que controlou relativamente o jogo e conduziu a vitoria de maneira tranquila.
O segundo jogo acabou agora a pouco, e é o motivo do meu post de hoje, com uma atuação irregular e por erros individuais, o L.A Clippers perdeu o jogo de hoje de maneira dramática e revoltante, com dois pontos de vantagem e faltando menos de 40 segundos para o término do jogo a estrela Blake Griffin perdeu uma bola chave no ataque, consequentemente cedendo a um contra ataque rápido do Spurs que resultou em uma falta e dois pontos pra conta, o jogo foi para a prorrogação.


E nos cinco minutos decisivos, o Clippers se mostrou um time completamente afobado e precipitado, completamente despreparado para uma situação extrema daquelas, com mais erros individuais de Blake Griffin somado a uma má pontaria de Matt Barnes e JJ Redick, perderam por 111 a 107 e viram o Spurs "roubar" um jogo no Staples Center, agora precisam de uma vitória em San Antonio para igualarem a série. Um prognóstico otimista seria precipitado ao menor time de Los Angeles, será bastante complicado vencer o time de Tim Duncan na casa deles.
Mas uma coisa é certa, tem sido muito bom observar o primo pobre do Lakers ser o protagonista de Los Angeles.
VAI CLIPPERS!


Siga no face : https://www.facebook.com/quemligapraissso

0 comentários: